{Resenha} Agora e Para Sempre, Lara Jean


Heeey! Assim que terminei de ler Agora e Para Sempre, Lara Jean, fiquei com muita vontade de trazer uma pequena resenha para vocês, a autora Jenny Han tem uma forma encantadora de escrever de uma maneira tranquila, para quem não conhecer os trabalhos de Jenny Han, já escreveu os livros da trilogia O Verão que mudou minha vida e Olho por olho (com Sioblan Vivian), sente-se em um lugar confortável com um chá de sua preferência e bora lá!

Antes de falarmos do terceiro livro, vou resumir os dois primeiros livros da trilogia para relembrar...Em Para todos os garotos que já amei, Lara Jean guardava em uma caixa azul-petróleo as cartas que escreveu para os garotos que já amou, mas, de uma forma inesperada, sua irmã caçula enviou todas as cartas para os garotos, e ai começa o grande alto e baixo para Lara Jean enfrentar, já no segundo livro P.S Ainda amo você, Lara Jean sempre foi amorosa, mas nessa vez teve de aprender como é estar num relacionamento pela primeira vez, sempre é mais emocionante depois que passa por um furação.
Agora vamos falar o que aconteceu com Lara Jean depois que começou a namorar Peter, mas nessa vez é um sério relacionamento e nada de mentirinha, porém ela foi firme para superar tudo aquilo que fizeram contra o namoro, Jenny Han continua nessa história onde Lara Jean está terminando o Ensino Médio com a cabeça pensando em entrar na faculdade de seus sonhos, mas nem tudo na vida acontece de como planejamos, Lara Jean teve que seguir em frente com cabeça erguida quando tudo vira de cabeça para baixo, graças a sua irmã mais velha, Margot que aconselha Lara Jean  aproveitar a melhor época da faculdade de onde foi aceita...

Nesse último livro, Lara Jean se mostra madura para encarar mesmo sendo uma grande sonhadora que planeja todos os detalhes, em seu namoro com Peter segue firme mesmo quando irão para faculdades diferentes,  eu esperava muito mais pelo fim da história, Jenny Han gosta de escrever da maneira de passar o tempo, por exemplo, as garotas Song iriam para Coreia, mas desejei mais um capítulo para ler as irmãs na coreia e as aventuras na terra natal de sua mãe falecida, e também gostaria de ler mais um pouquinho a Lara Jean e a melhor época da faculdade... Assim como Lara Jean falou, tudo isso ficou para a história do casal, porque tudo o que aconteceu foi através de uma carta de amor...
Recomendo essa trilogia para ler em uma tarde de chuva com um chá ou café, para melhorar, quero recomendar aqui o maravilhoso Wafel Holandês que derrete com vapor assim que colocar sobre uma xícara de bebida quente. Me despeço por aqui e a gente se vê em outro canal... 

                              Me acompanhe e vem papear comigo: Twitter | Facebook | Instagram pessoal | Meus trabalhos Instagram books

Clicks na paisagem & Mais cachos de amor!

Hey!!! Não gosto muito de ficar sem atualizar por aqui, o que acontece é que estou sem internet :( E no trabalho a internet é péssima que desanima de ficar esperando alguma coisa carregar, enfim, o bom de hoje foi conseguir mexer um pouco por aqui com um chuva boa caindo lá fora  <3
Algumas semanas atrás resolvemos parar no meio do caminho para tirar algumas fotos, pedi para meu irmão fazer uns clicks porque a paisagem é bem bonita e também para "estrear" que cortei meu cabelo novamente, só surgiu mais volume de cachos como desejei *---*

Vou encerrando por aqui, espero que tenham gostado pois é uma forma de postar com carinho para não deixar o blog apagado mesmo hahaha <3 Que Deus abençoe sua semana...


Amanda Larsen

O mistério da escrita


Hey pessoal! O que vou estar compartilhando com vocês hoje é algo pessoal para nós mesmo, é sobre a escrita, colocar no papel o que se passa em seu coração e o que Deus está querendo te revelar. Eu sempre gostei de escrever, sempre fui encantada por papelaria, eu comprava cadernos que não sabia como usar, até que decidi ter um caderninho de "guerra" e pessoal.


Quando eu fui morar em Gramado, passei por uma loja onde comprei um caderninho laranja, era o único que tinha naquela loja, e nele fui anotando frases, textos, pessoas a quem orar, e quando fui para Bolívia, encontrei um caderninho que me conquistou, era para ser um caderno de lembrança da Bolívia, mas acabei escrevendo todas as minhas experiências que passei, no presídio, cracolândia, quando Deus me libertou, minhas orações, pregações, passagens que o Espírito Santo falou em meu coração, textos marcados em livros, etc. Eu anotava tudo porque eu esqueço muito fácil e não quero nunca mais esquecer dos momentos que Deus me surpreendeu... Mas, veio o terceiro caderno a qual uso no momento, nele escrevo as coisas mais pessoais que eu escrevia em outros caderninhos.



Eu falo isso porque a escrita é importante, na caminhada cristã, nunca devemos esquecer o que Deus falou em nosso coração, nunca devemos esquecer as nossas lutas e vitórias, eu tenho o meu caderninho para nunca esquecer o que Deus fez quando estive em viagens pregando o Evangelho e o que estou fazendo agora... Escrever é uma maneira de se conectar com Deus, escrever em um lugar sem nenhuma distração, somente você e o Espírito Santo. Pois bem, escrever ajuda canalizar suas emoções, ajuda a organizar seus pensamentos, quando mais vai escrevendo, mais vai vendo Deus trabalhando em seu coração, a forma mais preciosa é escrever suas orações, pois quando estamos orando em pensamento, nosso cérebro parece estar viajando (isso pode acontecer depende das pessoas), quando escrevemos, nos forçamos a nos conectar no que estamos orando, eu encontro palavras que está escondido em meu coração quando eu estou escrevendo, e isso deixa o coração mais aberto.
Todos sabem que eu amo ler, desde ano passado comecei a ler mais livros cristãos, de lá pra cá, já usei marca-texto diversas vezes mas nunca anotei, esse ano comecei anotar textos porque eu sei que um dia, esses textos podem me ajudar a lembrar quando eu passar por tempo difícil, isso também vale para pregações, versículos, mas sempre devemos escrever o que o Espírito Santo falar em nosso coração através dos textos, passagens, pregações, etc. Além dos caderninhos, estou sempre escrevendo palavras pequenas em post-it e coloco na bíblia e outros lugares para que eu possa reler  sempre. Com passar dos tempos você pode recordar o que Deus falou com você, o que se cumpriu quando você pediu de oração há anos e outros que ainda vão se cumprir.




É isso ai, se você não tem um caderninho, te aconselho que comece o seu hoje, tu vai agradecer daqui alguns anos, sei que vai haha, tem diversas formas de como chamar esse caderninho, como um caderno de oração, de devocional, um diário espiritual, enfim, eu chamo por outro nome que não tem muito mistério hehe, é uma forma de guardar pra si mesma.

Uma mulher que escreve,
Amanda Larsen

Fotos aleatórias + Pequena resenha

Hey queridos! Ontem (17/09) convidei meu irmão para me fotografar no quarto para ele estar treinando o foco e ângulo, ele aprendeu a gostar de fotografia de tanto eu pedir para ele me fotografar e agora ele não para de pedir minha câmera emprestada hahaha, estou postando essas fotos aleatórias de ontem porque gostei do resultado e por outro motivo quis registrar junto com o último livro que me prendeu durante a leitura: O Casal que mora ao lado. CARA! Vai ai a sinopse do livro e depois dou minha opinião haha

Sinopse: É o aniversário de Graham, e sua esposa, Cynthia, convida os vizinhos, Anne e Marco Conti, para um jantar. Marco acha que isso será bom para a esposa, afinal, ela quase nunca sai de casa desde o nascimento de Cora e da depressão pós-parto. Porém, Cynthia pediu que não levassem a filha. Ela simplesmente não suporta crianças chorando.
Marco garante que a bebê vai ficar bem dormindo em seu berço. Afinal, eles moram na casa ao lado. Podem levar a babá eletrônica e se revezar para dar uma olhada na filha. Tudo vai dar certo. Porém, ao voltarem para a casa, a porta da frente está aberta e Cora desapareceu. Logo o rapto da filha faz Anne e Marco se envolverem em uma teia de mentiras, que traz à tona segredos aterradores.


Eu amo ler um bom livro de mistério, conheci esse livro pela resenha da Melina Souza, a história me prendeu do inicio ao fim, ela conta que um casal foram jantar na casa ao lado, mas eles deixaram sua filha Cora de poucos meses dormindo sozinha em casa, e os pais iam ver Cora a cada meia hora, mas de repente quando a mãe foi ver ela depois da meia noite, não estava mais no berço, PUFF! Começou aquele todo mistério de investigação de onde estava a filha Cora, quem havia sequestrado a Cora? Será que os pais mataram ela? O casal vizinho tem uma relação a isso? Era tanta coisa envolvida que ao restante da história fomos conhecendo mais sobre a vida dos pais da Cora, quando chegou ao fim... As pessoas são capazes de qualquer coisa, mesmo que seja aquela pessoa que você mais conhece, afinal, os humanos façam de tudo para conseguir o que deseja.

Fiz essa "mini" resenha porque tem livros bons que valem a pena ser recomendados, era tão difícil de largar esse livro que li em menos de 24 horas com tanto mistério para ver quem era culpado, a cada capítulo tinha aquele suspense! Agora vou encerrando o post com restante das fotos, alias, só para não ficar esquisito a foto abaixo, eu estava lendo um trecho do livro enquanto o meu irmão fazia os clicks hehe






Então, qual foto mais gostaram?
Me acompanhe e vem papear comigo: Twitter | Facebook | Instagram pessoal | Meus trabalhos Instagram books

Uma leitora,
Amanda Larsen