Neve na Primavera por Sarah Jio

19:00

Olá pessoal, como vocês estão? Dei uma pausa da minha leitura da Maratona literária de inverno 2015 para trazer a resenha, Neve na Primavera foi escrita pela Sarah Jio, publicado em abril pela Editora Novo Conceito

Sinopse: Seattle, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho. Na manhã seguinte, o dia 2 de maio, uma nevasca desaba sobre a cidade. Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve. Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos, Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.



















Na história conhecemos Vera Ray em 1933, uma mulher que tem um filho Daniel de três anos, Vera trabalha duro para sobreviver para sustentar seu filho, todas as noites antes de trabalhar, sente o medo de deixar seu filho em casa sozinho e dormindo para trabalhar. Na manhã seguinte dia 2 de maio cai uma nevasca da cidade e Vera volta para casa e encontra a cama de Daniel vazio.
Mais de oitenta anos depois em 2010, conhecemos Claire Aldridge, uma mulher que carrega um peso de sofrimento dentro de sua alma, não vê o seu casamento como um casamento, trabalha como jornalista no jornal da família de seu marido Ethan. Na manhã dia 2 de maio cai uma nevasca, seu chefe do jornal pede para Claire fazer uma matéria sobre a última nevasca que caiu da cidade dia 2 de maio de 1933, mais de oitenta anos atrás, para fazer essa matéria Claire descobriu sobre o menino de três anos que desapareceu de casa do mesmo dia em 1933.




















A História é narrada pela Vera e Claire, a Vera conta de como conheceu o pai de Daniel, os dois não podiam ficar juntos e ele não soube que ela estava grávida de Daniel, e também depois que Vera perdeu seu filho.
Claire faz todas as investigações para descobrir o que aconteceu com Vera e Daniel, eles conseguiram se encontrar alguns anos depois? Todas as investigações leva Claire descobrir o passado da família de Ethan, o mistério foi se encaixando quando a família de Ethan tinha uma ligação com a Vera.

Admirei a força de Claire, fez todas as investigações e dentro de si carregava uma dor de perda, Claire e Vera tinham algo em comum, as duas sofreram a mesma dor e não desistiram da vida, seguiu em diante. Vera não tinha mais forças para sobreviver e aguentar tudo o que estava passando, mesmo que Claire sentiu a mesma dor, ela não desistiu de encontrar o que houve com Daniel pela Vera.

A história me prendeu do inicio ao fim, a história se torna real, muitas mães no mundo inteiro já disseram adeus a um filho, a escrita da autora nos mostra a dor de uma perda, uma dor real que conseguiu descrever. Os detalhes são pesadas que dá para sentir a dor enquanto está lendo, é tão profundo e tocante, durante a história senti preocupação do que ia acontecer, senti vontade de chorar, alívio quando Claire estava descobrindo algo, o final foi algo lindo que imaginei uma cena lenta de filme com música tocando no fundo.
A Novo Conceito caprichou da capa, só não gostei muito da lombada, a fonte e cor do nome da autora não ficou legal, a diagramação é muito boa do jeito que gosto em se ler, me agradou também os capítulos, a Novo Conceito está de parabéns!




















O livro entrou para top 5 livros para ler no inverno, porque a Sarah conseguiu narrar os personagens enfrentando o frio, como se fosse o frio dentro do livro escapasse para fora e trazer mais frio, foi assim que senti durante a leitura, fiquei debaixo das cobertas e só arrepio de frio pelos braços hahaha.
Já leram esse livro tocante? Espero que tenham gostado e aumentado a vontade de vocês <3 Fiquem com Deus!
Acompanhe nas redes sociais 






Veja Também

14 comentários

  1. Oi, Amanda *-*
    Nossa, esse livro parece ser super emocionante e cheio de investigações. Espero poder ler, me interessou, quero sentir esse frio que ele passa, rsrs.

    Bjs
    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Acho essa capa maravilhosa *-* A estória deve ser muito emocionante mesmo, fiquei bem curiosa para saber mais sobre essas duas e sobre o menino,
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
  3. Nossa que incrível! fiquei com vontade de ler, vou add no skoob!! :D

    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ainda não tinha parado para ler nada a respeito deste livro, adorei, fiquei com muita curiosidade de lê-lo, quero saber mais sobre a história que parece ser realmente boa, adorei a sua resenha e o jeito que você apresentou o livro.

    ResponderExcluir
  5. Nossa que capa linda!!!! Não conhecia este livro ainda mas fiquei com muita vontade de ler!
    Sua resenha me despertou muita curiosidade!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse livro a pouco tempo e ADOREI. Esperava um pouco mais do final, mas não me decepcionei com a ótima narrativa e personagens super bem construídos. Realmente, durante a leitura o frio só aumenta! kkk Adorei o post e as fotos!
    Beijos!!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. A Sarah traz uma história parecida com as da Lucinda Riley, o fato do passado influenciar o presente é muito marcante na Lucinda e gosto muito de narrativas assim. Não conhecia esse livro, tenho outro da Sarah que ainda não li, mas com sua resenha, preciso conhecer a narrativa dessa autora!

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nossa, adorei a premissa! Sinto que vou chorar horrores, mas correndo pra comprar ele.

    ResponderExcluir
  9. Oi Amanda,
    Eu quero tanto ler esse livro, já o vi rolando pela página da editora e me encantei com a história dele, pretendo ler ainda esse ano, vou esperar a sua resenha para saber mais, beijos.

    http://vocedebemcomaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oie.
    Eu amo livros com esse enredo, na verdade nunca li um assim kkkkk, mas assisto muitos filmes assim e eu e minha mãe amamos.
    Com toda certeza eu vou ler o livro.
    Adoreii sua resenha,
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Já li, e gostei muito! Não tanto quanto você, só porque achei que existem coincidências em excesso na história, e isso me incomodou um pouquinho. Mas o final é mesmo lindo, e a história tocante.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  12. Gostei desse livro. Pensei que fosse ficar boring, mas acabou que tomou um ritmo bem interessante. Também escrevi sobre ele no meu blog =)

    xoxo

    doisdb.com

    ResponderExcluir
  13. Oie Amanda! ^^
    Já li e me emocionei muito com a histórias dessas duas mãe, achei perfeito a forma como a Sarah construi essa história intercalando os capítulos no passado e futuro e depois fazendo as duas histórias se encontrarem. A única coisa que me incomodou foi o relacionamento da Claire com o Ethan.

    Beijinhos e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi Amanda!
    Eu li apenas um livro da Sarah Jio, confesso que gostei bastante, a escrita da autora me encantou, mas com esse não fiquei tão animada assim =/ O enredo era muito parecido com outro livro que e acabei deixando ele pra lá.
    Mas sua resenha me deixou bastante curiosa, quem sabe não pego emprestado?

    Bjs!
    Fernanda
    http://blogimaginacaoliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir